A artista Cibelle Lobo, diagnosticada com câncer de mama aos 35 anos, expõe a obra intitulada ‘Crisálida’ desta quinta-feira (20) até 10 de dezembro na Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no bairro do Altiplano, em João Pessoa. Ela passou por tratamento durante a pandemia e encontrou na arte o caminho para ressignificar as feridas e agora, através do mural dedicado ao Outubro Rosa, narra sua história.

Além de Cibelle Lobo, a criação e execução do mural tem a participação dos artistas Illy Fernanda, Axel Árias, Felipe Meira, Thiago Muller, Wallace Silva e Salinê Antunes. A exposição, que tem visitação aberta ao público, tem o apoio da loja de Tintas Camaleão, que fez a doação de materiais.

“O acolhimento é algo decisivo para vencer a batalha contra o câncer e dá vez e voz às outras mulheres através da minha história, da arte e na companhia de Illy Fernanda e Axel Árias, amigos que admiro e presentes em minha jornada. Também quero agradecer a Estação Cabo Branco e equipe, a Amanda Costa, pelo convite e aos demais parceiros pela oportunidade em transbordar esse amor, carinho e generosidade que venho recebendo em meus caminhos de cura”, relatou.

Para Amanda Costa, curadora da Estação Cabo Branco, a importância de uma obra assim no local é um divisor de águas. “Pela primeira vez temos aqui uma proposta como essa, uma intervenção que traz leveza e realidade, uma junção da vivência e obras da artista plástica em mural biográfico. A sequência de uma dor que não está mais silenciada. Só temos a agradecer a Cibelle, sua equipe e parceiros por esse presente”, ressaltou.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dez − 10 =