A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (31), projeto que estende o prazo máximo para a entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) por mais três meses. Caso a proposta também seja aprovada no Senado, os contribuintes poderão entregar o informe de rendimentos até o dia 31 de julho.

Em 2020, a proposta foi colocada em prática e teve como justificativa a pandemia do novo coronavírus. Por conta desse critério, há uma grande perspectiva de este ano o prazo também ser estendido.

O prazo máximo para envio da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2021 – ano base 2020 – foi definido para a data de 30 de abril.

De acordo com a Receita Federal, a proposta não altera o calendário da restituição. O texto estabelece que “a restituição do primeiro lote deverá ocorrer em 31 de maio de 2021”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

2 × três =