Bloco PrincipalBrasil

Após queda em pesquisas, Lula adota tom pacifista e evita temas espinhosos

Após a queda recente na popularidade, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem adotado uma nova linha de atuação, em busca de apoio de uma ampla fatia da população que não está alinhada nem ao petismo nem ao bolsonarismo e se incomoda com o acirramento político no Brasil.

O presidente evitou, nos últimos dias, assuntos espinhosos que poderiam dar combustível à oposição bolsonarista. Nessa mesma perspectiva, o governo começa a colocar em prática, nos próximos dias, uma nova campanha de comunicação, sob o lema “Fé no Brasil”, num claro aceno ao eleitorado religioso.

A viagem ao Rio de Janeiro nesta terça-feira (2), que inclui um ato de filiação da ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, ao Partido dos Trabalhadores, será o primeiro grande teste desta fase “pacifista” de Lula. Há previsão que o presidente faça um discurso diante da militância de esquerda.

Desafio é controlar Lula

 

Auxiliares e conselheiros de Lula vêm defendendo desde o ano passado que o presidente modere o tom e evoque a postura de um estadista que quer cuidar da população de seu país. O problema, na avaliação dos interlocutores do Planalto, é o próprio Lula, que é difícil de ser controlado e costuma enveredar para um discurso mais inflamado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
slot gacor hari ini
situs slot luar negeri