Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

Coincidência ou não, ações da Magazine Luiza (MGLU3) despencou 18,32%, para 11,15 reais, perdendo quase 16,7 bilhões de reais em valor de mercado, fato ocorreu logo após Lula anunciar que quer ela como vice.

Lula (PT) ainda não perdeu a esperança de conquistar o passe da empresária Luiza Helena Trajano, presidente do conselho de administração do Magazine Luiza, para vice em sua chapa à sucessão de Jair Bolsonaro na eleição do ano que vem.

 

Ela foi eleita pela revista americana Time uma das 100 pessoas mais influentes do mundo. É a única brasileira na lista de 2021, divulgada ontem. Em 2020, a seleção da revista trazia dois brasileiros: Bolsonaro e o influenciador digital Felipe Neto

O texto sobre a empresária publicado pela Time foi assinado por Lula. “Em um mundo corporativo ainda dominado por homens, Luiza Trajano conseguiu transformar o Magazine Luiza em um gigante do varejo”, escreveu o ex-presidente.

 

Há pouco mais de um mês, em live com um grupo de políticos de todos os matizes, Luiza Helena, quando perguntada, disse que jamais aceitará concorrer a eleições, nem como candidata a presidente, muito menos a vice.

 

O vice de Lula em 2002 e em 2006 foi José Alencar Gomes da Silva, dono da Companhia de Tecidos Norte de Minas, empresa do ramo têxtil, empresário tão bem-sucedido à época como Luiza Helena é agora. Lula quer repetir a história tal como ela aconteceu.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

onze + quinze =