Horas depois de o governo da Inglaterra anunciar o segundo lockdown devido ao aumento expressivo de novos casos de covid-19, o primeiro-ministro de Portugal, António Costa, anunciou nesse sábado (31), novas restrições para o país a partir de quarta-feira (04) para a maior parte do país.

O governo português pediu às pessoas para ficarem em casa – exceto aquelas que precisarem ir ao trabalho, ir à escola ou fazer compras – e às empresas para adotarem o trabalho remoto.

De acordo com o anúncio, as medidas vão abranger 121 municípios, incluindo Lisboa e Porto.

Além disso, de acordo com a rede de TV portuguesa SIC Notícias, outras medidas impostas pelo governo local são: fechamento dos Fechamento dos estabelecimentos comerciais a partir das 22h; Restaurantes com grupos limitados a seis pessoas e funcionamento até as 22h30; Eventos e celebrações limitados a cinco pessoas (com exceção do mesmo grupo familiar); Home office obrigatório, com exceções.

As novas medidas serão aplicadas às regiões que tenham acumulado 240 casos de covid-19 para cada 100 mil habitantes nos 14 dias anteriores.

A situação será reavaliada a cada 15 dias. O primeiro-ministro não definiu até quando irão as novas regras, mas deixou o período do Natal em aberto.

Atualmente Portugal tem 141.279 casos de covid-19 e 2.507 mortes em decorrência da doença, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins. Mas o número de novos casos tem acelerado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

2 × um =