Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

Com o anúncio da mudança do Bolsa Família para o novo programa permanente de transferência de renda criado pelo Governo Federal, o Auxílio Brasil, muitas pessoas beneficiadas, ou que se encaixam no perfil, estão com dúvidas do que fazer para manter o benefício. Os cadastros, a nível municipal, são realizados pela Prefeitura de João Pessoa, através da Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania (Sedhuc), nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) ou, em caso de atualizações, na sede do Bolsa Família, no Centro.

A coordenadora do CadÚnico e Bolsa Família de João Pessoa, Raquel Feitosa, esclarece que mesmo sem uma data para a mudança, as famílias que dependem do auxílio devem regularizar seus dados no CadÚnico. “A orientação é que quem ainda não tem o cadastro venha fazer. E, quem já é cadastrado, só precisa se preocupar se já tiver há mais de dois anos sem atualizar os dados”, esclareceu.

Aqueles que já são cadastrados, mas precisam atualizar os dados, devem agendar atendimento na Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania (Sedhuc), na Praça Barão do Rio Branco, número 45, no Centro. Para garantir o atendimento e evitar aglomerações o agendamento deve ser feito pelos números 3214-3200 ou 3214-1874, de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h.

Já quem ainda não é cadastrado, deve procurar o Centro de Referência da Assistência Social (Cras) do respectivo bairro. Os atendimentos são realizados de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h.

Documentos

Tanto para o primeiro cadastro, quanto para atualização dos dados, são necessários os seguintes documentos: RG, CPF, carteira de trabalho, título de eleitor, certidão de nascimento, casamento ou divórcio e comprovante de residência, da conta de água ou luz. Todos os documentos devem ser originais.

Só em João Pessoa, são mais de 70 mil famílias cadastradas no programa do Bolsa família, e que devem continuar recebendo o Auxílio Brasil de forma direta e automática, através de um novo cartão que será entregue para as famílias, mas enquanto isso não acontece, os beneficiários podem continuar utilizando o cartão antigo, ou os mesmos meios de pagamento.

Endereços e contatos dos CRAS:

  • Alto do Mateus, na Rua Luiz Pimentel de França Batista, s/n (3214-6641);
  • Cristo, na Rua Universitário Rogério Benevides, s/n (3214-4912);
  • Cruz das Armas, na Rua Juiz Domingues Porto, s/n (3214-5494);
  • Gervásio Maia, na Rua Venâncio Gonçalves de Oliveira, s/n (98712-5562);
  • Gramame, na Rua Telegrafista Geraldo Fagundes de Araújo, s/n (3220-1210);
  • Grotão, na Rua Francisco Gomes de Oliveira, s/n, Funcionários II, próximo à Praça Bela Vista (3214-3441);
  • Ilha do Bispo, na Rua Lopo Garro, s/n (3214-5479);
  • Mandacaru, na Rua Professor Alfredo de Ataíde, s/n (3218-7814);
  • Mangabeira, na Rua Comerciante Alfredo Ferreira da Rocha, n°1188 (3239-1677);
  • Padre Zé, na Av. Mardokeu Nacre, n 974 (3214-2850);
  • São José, na Travessa São Gonçalo, n°15, Chatuba (3214-8588);
  • Roger, na Rua Professor Cizenando Costa, n 57, ao lado do Parque Zoobotânico Arruda Câmara (3214-1709);
  • Vale das Palmeiras, na Av. Vale das Palmeiras, s/n (98717-0808);
  • Valentina, na Rua Francisco Alves Rodrigues, n°28 (3237-4680).
Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dois × 4 =