Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

Após o acidente que matou um motoboy no Retão de Manaíra, na tarde desta terça-feira (21), o motorista prestou socorro e foi conduzido para Central de Polícia. Em entrevista ao ClickPB, o major Giuseppe Bruno, comandante da Companhia Especializada de Apoio ao Turista (Ceatur) explicou que o caso foi uma fatalidade ocorrida quando ambos trabalhavam, o condutor estava fazendo um Uber para complementar a renda de policial aposentado.

“Equipes da polícia foram acionadas pelos comerciantes do local, tendo em vista o princípio de retaliação de outros motoboys ao motorista que prestou socorro à vítima, ligou para as equipes de saúde e não fugiu do local”, explicou.

Ainda segundo o major, o motorista estava visivelmente abalado e foi levado para a Central de Flagrante da Polícia Civil de João Pessoa para prestar esclarecimentos. “A prisão em flagrante é quando existe um crime constatado no local. Ele prestou socorro, ligou para o serviço de emergência. Ele não estava com nenhum sintoma beber ao volante. As guarnições estiveram no local e perceberam ações de outros motoboys em atacar o motorista. Vai ser instaurado o inquérito na delegacia para verificar as circunstancia do acidente. Os vídeos levam a crer que não houve dolo, ele não tinha a intenção de matar “, explicou.

A assessoria do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa confirmou que o motoboy Igor Caetano, 27 anos, que não resistiu aos ferimentos e morreu ao dar entrada na unidade nesta tarde. Ele pilotava a moto fazendo entrega de comida quando foi atingido por um carro que fez uma ultrapassagem irregular.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezoito + 14 =