Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

O ministro André Mendonça, da Justiça, demitiu hoje a delegada Erika Marena da diretoria do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI).

A exoneração foi publicada no Diário Oficial da União.

Erika era um dos últimos nomes de Sergio Moro no governo.

Delegada da Polícia Federal, ela batizou a Lava Jato e foi uma das principais responsáveis pela busca de provas de corrupção no exterior – especialmente na Suíça, de onde vieram extratos bancários da Odebrecht.

Nos últimos meses, ela vinha cobrando o cumprimento de diligências solicitadas pelo MPF em relação ao doleiro Rodrigo Tacla Duran, cuja delação foi ressuscitada por Augusto Aras.

 

 

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quatro + dezessete =