O vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin, (PSB) anunciou nesta terça-feira (8) que a senadora Simone Tebet (MDB) vai colaborar com a equipe de transição de governo que cuidará da área de desenvolvimento social.

Alckmin, que é o coordenador da transição do governo de Jair Bolsonaro para o do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), fez o anúncio após encontro com Tebet em Brasília.

Na eleição, Tebet foi candidata a presidente da República e ficou em terceiro lugar. No segundo turno, anunciou apoio a Lula contra Bolsonaro e participou ativamente da campanha do petista.

“Temos dois desafios grandes: um [na] economia, e o outro social. E eles não disputam, eles são sinérgicos. Eles se somam, eles se complementam, eles não são excludentes. É preciso ter uma agenda de eficiência econômica e de competitividade, e, de outro lado, uma rede de proteção social que é extremamente importante. Então, a Simone, com a sua experiência, e com a sensibilidade, a força da mulher, vai trabalhar conosco na área do desenvolvimento social, que é uma área importantíssima”, disse Alckmin.

“Qual é o grande fim desse projeto que se sagrou vencedor nas urnas? É a pauta social. E é disso que nós temos que tratar. Da fome, da geração de emprego, renda, e de recursos para fazer políticas públicas, habitação, melhoria na área da saúde, da educação. Então, nessa divisão não poderia ter outra opção a não ser escolher desenvolvimento social e isso foi acatado pelo vice-presidente e nós vamos colaborar”, disse Tebet.

“Nós temos praticamente 40 dias de trabalho intenso para poder não só avaliar, fazer um diagnóstico do que aconteceu nesses três anos e meio no governo Bolsonaro. E, a partir daí, apresentar alternativas para o próximo governo”, completou ela.

Ministério

 

A senadora é cotada para compor ministério do governo de Lula. Segundo Alckmin, porém, a participação de Tebet na transição não significa indicação ministerial.

“O presidente Lula tem dito que a transição e o ministério – claro que ela tem expertise, experiência, espírito público para ser ministra de qualquer área – mas não tem relação entre transição e ministério, são coisas diferentes”, disse Alckmin.

O vice-presidente eleito também disse que hoje serão anunciados outros nomes que vão compor a equipe de transição.

“Nós vamos fazendo gradualmente. E aí, hoje, nós já vamos anunciar alguns nomes”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

catorze + 7 =