FDA, agência reguladora dos Estados Unidos, aprovou, neste sábado, 27, o registro da vacina da Janssen, do grupo Johnson & Johnson, contra a Covid-19. O imunizante de dose única, com 72% de eficácia global, é o terceiro a ser aprovado no país – antes, obtiveram o registro as vacinas da Pfizer e da Moderna.

“A autorização desta vacina expande a disponibilidade de vacinas, o melhor método de prevenção médica contra a Covid-19, para nos ajudar na luta contra esta pandemia, que ceifou mais de meio milhão de vidas nos Estados Unidos”, disse a diretora interina da FDA, Janet Woodcock. “A FDA, por meio de nosso processo de revisão científica aberto e transparente, autorizou três vacinas contra a Covid-19 com a urgência exigida durante esta pandemia, usando os padrões rigorosos da agência para segurança, eficácia e qualidade de fabricação necessários para apoiar a emergência autorização de uso”, acrescentou.

A vacina da Janssen pode ser armazenada em geladeiras comuns, em temperaturas de 2ºC e 8ºC, o que facilita a distribuição e o armazenamento nos países. Ela é fabricada com um tipo específico de vírus denominado adenovírus tipo 26 (Ad26). O Ad26, que pode causar sintomas de resfriado, foi modificado para a vacina, de modo a impossibilitar que ele seja replicado no corpo humano e cause doenças. Uma vez vacinado, o corpo humano pode produzir a proteína “spike”, ativar o sistema imunológico e produzir uma resposta imunológica contra a Covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

4 + 10 =