Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou a Operação Finados nessa terça-feira (2). Durante o feriado prolongado, ocorreram 21 acidentes, sendo 8 considerados graves, 28 pessoas ficaram feridas e uma morte foi registrada nas rodovias federais paraibanas.

Em comparação a 2020, houve diminuição no número de acidentes de 8,7%, foram 23 acidentes ano passado, e também redução de 20% em acidentes considerados graves, aqueles em que ocorrem feridos graves ou óbitos, ocorrendo 10 acidentes graves em 2020. Foi registrado um óbito tanto em 2020 quanto este ano.

Ao longo da Operação, as equipes operacionais foram distribuídas em rondas ostensivas, além da permanência em pontos estratégicos e críticos para assegurar a segurança dos usuários das rodovias. Os policiais fiscalizaram na totalidade 1.161 veículos e 1.512 pessoas com foco na orientação preventiva e alerta aos motoristas para o cumprimento das regras de trânsito. Também foram realizados 337 testes de alcoolemia nos condutores através do etilômetro.

Muitos motoristas ainda insistiram em contrariar as leis de trânsito. Durante os cinco dias de Operação, 15 pessoas foram flagradas dirigindo sob efeito de álcool. Ao todo foram autuadas 817 infrações diversas, 92 veículos foram recolhidos aos pátios da PRF por irregularidades e 11 animais que estavam na pista foram manejados.

Polícia Rodoviária Federal – (Foto: Assessoria)

Criminalidade

As ações de combate ao crime foram intensificadas em todas as rodovias federais que cortam o Estado, o que resultou na prisão de 16 pessoas por crimes diversos, na apreensão de aproximadamente 500g de cocaína e na recuperação de cinco veículos roubados.

A apreensão de aproximadamente 500g de cocaína ocorreu na tarde do último sábado (30), no município de Mamanguape. Os policiais abordaram um veículo Toyota Etios. Ao realizar a fiscalização minuciosa, foi localizado no porta-luvas um tablete de cocaína. A droga é avaliada em R$ 90 mil porque estava pronta para ser comercializada. O condutor, um homem de 22 anos, informou que trabalha realizando viagens em um aplicativo de transporte e que teria pego a substância ilegal em Natal, Rio Grande do Norte, e entregaria em Recife, capital pernambucana. O homem foi preso.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

19 − dois =