Não há sinal de desistência até aqui, seja pela concorrência com um partido do centrão ou pela crise interna da própria sigla, com Jefferson preso e a filha dele, Cristiane Brasil, ameaçada de expulsão junto a outros correligionários.

Na avaliação de bolsonaristas filiados ao PTB, a oferta que fizeram a Bolsonaro sobrepõe qualquer benefício que o grupo político de Ciro Nogueira possa ter apresentado, ainda que o presidente não queira melindrar a própria base no Congresso.

Com Jefferson, Bolsonaro poderia escolher os nomes dos 27 candidatos ao Senado, bem como apostar em quem quisesse para a Câmara e ainda indicar nomes para cadeiras em diretórios estaduais diversos, como São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul. Isso porque o PTB está alterando os próprios quadros para reforçar o viés conservador.

Diz um dirigente:

— O que Bolsonaro vai ter aqui, ele não terá no PP de jeito nenhum. Por isso, as conversas para filiá-lo não morreram ainda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

1 × 1 =