Pelo menos 18 pessoas morreram em um asilo na Antuérpia, Bélgica, após a visita de um “Papai Noel” infectado com Covid-19, no começo de dezembro. Após a visita, 121 moradores e 36 funcionários contraíram a doença.

De acordo com a imprensa local, o personagem foi até o asilo para alegrar os residentes, e não sabia que estava com coronavírus, ele foi diagnosticado três dias após a ida a casa.

Fotos tiradas na ocasião mostram que nem todos os moradores do local utilizaram máscara de proteção durante a visita e havia pouca ventilação no ambiente.

Apesar disso, Marc Van Ranst, um dos principais virologistas da Bélgica, da universidade KU Leuven, disse que não acredita que apenas uma pessoa possa ter causado um número tão grande de infecções.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

1 × três =