A saída temporária de fim de ano concedida pelo juiz de execuções penais a apenados que estão em regime aberto e semiaberto não acontecerá este ano devido à pandemia de Covid-19. De acordo com o secretário de Administração Penitenciária Sérgio Fonseca de Souza os reeducandos que se enquadram no perfil da saída já foram agraciados com o benefício para evitar contágio.

“Os presos que têm direito já estão com tornozeleira ou prisão domiciliar. Geralmente todos os dias eles saem pela manhã e retornam às 18h, o que gera uma aglomeração e este ano eles já estão desobrigados de retornar até que haja uma resolução a respeito da Covid-19”, disse.

Aproximadamente 1500 reeducandos estão nesta situação. A previsão é que em janeiro de 2021 eles retornassem, mas com o aumento de casos, muito provavelmente esta portaria, que é editada a cada 30 dias, deve ser editada novamente e uma nova data marcada. “No final desse mês eles devem retornar à unidade e manter contato com a direção para ficar sabendo da nova portaria para aguardar o novo prazo de retorno definitivo”, disse.

De acordo com o secretário, apenas após a vacina haverá condições de retornar à penitenciária de segurança média, que é também o centro de referência para o tratamento de Covid dos apenados na Paraíba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

nove + dezoito =