O secretário do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, Efraim Morais, fez um balanço das ações da pasta, durante o programa Fala Governador, desta segunda-feira (14). Na oportunidade, ele falou sobre o trabalho feito para reestruturação da Defesa Agropecuária, sobre o Programa Estadual de Distribuição de Sementes, sobre a revitalização da cultura da palma forrageira e outros temas.

Em relação ao trabalho de reestruturação da Defesa Agropecuária, Efraim Morais citou a aquisição de 25 veículos novos, no valor aproximado de R$ 975 mil com recursos próprios do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep). O trabalho visa garantir a proteção da saúde dos animais, a sanidade dos vegetais, a idoneidade dos insumos e dos serviços utilizados na agropecuária, além da identidade, qualidade e segurança higiênico-sanitária dos alimentos e demais produtos agropecuários.

Segundo o secretário, uma das vantagens dessas ações é conquistar até 2022 o status de Área Livre de Febre Aftosa sem Vacinação, diminuindo assim os custos de produção na pecuária e colocando a Paraíba no mesmo patamar de outros Estados, com o livre trânsito de animais em eventos agropecuários.

Efraim Morais também abordou o Programa Estadual de Distribuição de Sementes, lembrando que, na safra 2020, foram distribuídas 335 toneladas de sementes de milho, feijão e sorgo, atendendo 32 mil famílias de pequeno produtor rural; e 4.590 toneladas de cana-semente. E ressaltou que a Paraíba teve uma variação positiva de 137,9% na safra de grãos de 2020 em relação à safra de 2019, de acordo com o Levantamento Sistemático da Produção/Março 2020, divulgado pelo IBGE.

Para a implantação das Safras 2019 e 2020, incluindo sementes certificadas e cana-semente, foram utilizados recursos na ordem de R$ 7,4 milhões e R$ 7,9 milhões, respectivamente, liberados pelo Funcep.

O secretário destacou ainda a revitalização e tecnificação da cultura da palma forrageira, cujo projeto está em fase final de licitação. O projeto tem como meta instalar 338 campos de multiplicaçãoda palma forrageira irrigada, mediante a implantação de 338 unidades modulares de irrigação localizada do tipo gotejo (1,0 ha/unidade) com energia fotovoltaica, para agricultores familiares como proposta de política pública sustentável para o semiárido brasileiro. Isso vai possibilitar a distribuição de cerca de 33,8 milhões de raquetes, oriundas destes campos de multiplicação, para novos produtores, localizados em 169 municípios do Estado.

A Sedap também procedeu à licitação dos equipamentos necessários ao funcionamento dos matadouros regionais, localizados nos municípios de Mari, Solânea e Uiraúna, com recursos próprios, no valor de R$ 4,5 milhões. Um investimento que vai beneficiar a população desses três municípios e toda região, através do consórcio de municípios que vai administrar o empreendimento.

O secretário Efraim Morais também falou sobre o Zoneamento do Potencial Pedoclimático na área de influência do canal das vertentes. O principal benefício dessa parceria entre o Estado e a Embrapa nessa segunda etapa do programa é a implantação do conhecimento de solos e de clima, buscando otimizar a aplicação de recursos financeiros e o uso adequado das terras e dos recursos ambientais. As informações geradas no estudo vão fortalecer as políticas públicas voltadas para o incentivo da produção de mandioca, grãos, forragem, cana-de açúcar e outros.

Em relação ao Programa de Piscicultura, o secretário frisou que o Governo do Estado, por meio da Sedap, produziu e distribuiu em 2019, 2.100.000 alevinos de tambaqui, carpa, tambatinga e tilápia em 1.650 açudes, sendo o custo da operação no valor de R$ 86 mil. Já em 2020, mesmo considerando a Covid-19, foram produzidos e distribuídos 2.500.000 alevinos de tambaqui, carpa, tambatinga e tilápia em 1.886 açudes. O custo da operação foi de R$ 80 mil.

“Este Governo tem muito trabalho para mostrar, além do que citamos ainda há mais coisas. As ações realizadas têm um significado muito importante para a Paraíba. Agradeço a oportunidade de expor o trabalho da Sedap e desejo um excelente Natal e um 2021 de paz e trabalho para todos”, finalizou o secretário Efraim Morais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

um × cinco =