O governador João Azevêdo (Cidadania) informou nesta quinta-feira (10), durante entrevista, que já designou dois delegados da Polícia Civil para investigar o assassinato do ex-prefeito de Bayeux, Expedito Pereira, morto na manhã de quarta-feira, com dois tiros, enquanto caminhava na avenida Sapé, no bairro de Manaíra, em João Pessoa.

Segundo João Azevêdo, as investigações estão bem avançadas e em breve a sociedade paraibana terá novidades sobre o caso. “Designei dois delegados para investigar o caso. As investigações avançaram muito, temos informações preliminares. Logo, logo teremos informações”, contou.

O governador comentou que as imagens de câmeras de circuite interno da avenida comprovam que o crime tem características de execução. “Pelo vídeo dá para ver que houve uma execução, uma característica pelas próprias imagens de uma execução. Estamos investigando os motivos do crime”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

12 − um =