O presidente Jair Bolsonaro disse nesta 3ª feira (8.dez.2020) que ninguém no governo fala com ele sobre vacinas sem antes conversar com o ministro Eduardo Pazuello (Saúde) e que ninguém trata sobre 5G sem estar acompanhado do ministro Fábio Faria (Comunicações). A declaração foi feita horas depois que Faria escanteou Hamilton Mourão ao dizer que nunca tratou do tema com o vice-presidente.

Cada ministro tem a sua atribuição. Aqui, por exemplo, ninguém vem falar sobre vacina se que antes passe pelo senhor Eduardo Pazuello. Ninguém vem falar 5G, e não está aberta a agenda para quem quer que seja, a não ser que venha acompanhado do senhor Fábio Faria”, disse Bolsonaro durante cerimônia de lançamento do programa “Saúde com Agente”, realizada no Palácio do Planalto.

Nós aqui vivemos em harmonia, mas nenhum ultrapassa os seus limites, porque só assim podemos manter a hierarquia e o bom andamento do governo. Repito, 5G ninguém fala comigo sem antes conversar com Fábio Faria; vacina, ninguém fala comigo sem falar com Eduardo Pazuello, o mesmo no tocante à segurança, à corrupção”, afirmou o presidente.

RELACIONAMENTO COM CONGRESSO

Bolsonaro disse no evento que o governo tem, “hoje em dia, excelente entrosamento com a Câmara dos Deputados e com o Senado”. “Cada vez melhor. Hoje foram aprovadas medidas importantíssimas para o Brasil e isso vem da perfeita harmonia entre o Executivo e o Legislativo”, declarou.

O chefe do Executivo lembrou as fisgas públicas que travou com congressistas. “Há pouco tempo,  tínhamos problemas, uma briga quase fratricida entre irmãos, hoje temos perfeito relacionamento entre nós e ninguém vai destruir nosso relacionamento”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dois × dois =