O Grupo Globo enviou comunicado no início desta semana reforçando o pedindo de isenção a seus profissionais nas redes sociais e alertando para um “código rigoroso” interno (veja comunicado completo abaixo). O pedido – já disparado à equipe por e-mail no primeiro turno – não ocorreu por acaso. No último fim de semana, a apresentadora do Sportv Janaína Xavier postou uma foto com a então candidata do PSL à Prefeitura de São Paulo, Joice Hasselmann, e acabou suspensa de suas atividades.

Janaína exibiu nos seus “stories” – mídias do Instagram que são apagadas após 24 horas – uma foto onde aparecia ao lado de Joice. Na mesma imagem estava o namorado da apresentadora, Gustavo Bonini Guedes, que é também advogado da então candidata do PSL.

A imagem começou a circular na redação do esporte da Globo e chegou ao comando da área. Incomodados, os diretores afastaram Janaína imediatamente decidiram posteriormente por uma suspensão inicial de uma semana. Fixa da bancada do “Sportv News”, a jornalista não comandou as edições matutinas do noticiário na última semana.

O desconforto foi tão grande que uma possível demissão da apresentadora chegou a ser debatida. Por ora, no entanto, a opção foi descartada. A ideia de momento é que Janaína volte à bancada na segunda-feira (23).

Prints, crise e advertência a outros jornalistas

Contrariada com a decisão, a apresentadora questionou a direção. Primeiro, Janaína se defendeu explicando que tratava-se apenas de um almoço informal com uma amiga dos tempos de Curitiba – cidade-natal de ambas. Na sequência, ela mostrou exemplos – prints de postagens em rede sociais – de posicionamentos políticos mais enfáticos de colegas em redes sociais e queria saber por que somente o caso dela seria punido.

Janaina vê Ana Helena - Reprodução - Reprodução

AInda suspensa, Janaína postou stories assistindo Ana Helena Goebel apresentando programa em seu lugar

Imagem: Reprodução

A cúpula da Globo não gostou da resposta da apresentadora. Ao mesmo tempo, se viu obrigada a agir para evitar qualquer sinalização de que se tratava de algo pessoal.

Diante das argumentações de Janaína, outros jornalistas da casa que realizaram postagens de cunho político foram chamados. Para esses, no entanto, uma pena mais “leve”: eles assinaram uma advertência formal. A situação não caiu bem nos bastidores e incomodou boa parte da redação.

Sem Janaína Xavier, os apresentadores Igor Rodrigues e Ana Helena Goebel se revezaram na apresentação das edições do Sportv News.

Em contato com o UOL Esporte, Janaína confirmou que estava afastada e disse que preferia não falar sobre o caso.

O Grupo Globo também foi procurado. Em nota, o departamento de comunicação da empresa respondeu: “Todos os jornalistas do Esporte da Globo têm conhecimento dos Princípios Editoriais do Grupo, que não permitem o apoio público a candidatos de qualquer partido, seja de jornalistas que atuam na frente ou atrás das câmeras. E todos foram relembrados dessas regras no início do período eleitoral. Os casos de descumprimento dessa regra foram analisados internamente e as medidas cabíveis foram tomadas”.

Confira o comunicado da Globo sobre isenção nas eleições:

“Caros,
Começamos hoje a campanha eleitoral para o segundo turno das eleições municipais. Por isso, venho aqui relembrar os nossos Princípios Editoriais e o email que enviei no início da campanha do primeiro turno sobre o uso de nossas redes sociais: não devemos fazer posts de apoio ou repúdio a algum candidato; não devemos curtir posts de candidatos; e não devemos entrar em debates sobre este ou aquele candidato. Este princípio básico de isenção é importantíssimo para o nosso Jornalismo. E como a maior parte de nossa equipe é formada por jornalistas, um deslize de alguém do Esporte compromete a postura isenta do Jornalismo da Globo. Seguir estas normas é algo básico para todo jornalista.
E também lembro que o nosso código é rigoroso pelo não cumprimento dessas normas.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quatro + oito =