O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez uma live nesta quinta-feira, 22, com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e garantiu que o auxiliar, que foi diagnosticado com o novo coronavírus, continua no cargo. O vídeo foi transmitido um dia depois da exposição da tensão entre os dois sobre a inclusão da Coronavac no calendário nacional de imunização. “Semana que vem, talvez, com certeza, tu volta para o batente, né?”, questionou o presidente. “Pois é, tão dizendo que não, né?”, respondeu o ministro, em tom descontraído. Na sequência, Bolsonaro afirmou que o desentendimento entre os dois foi superado, e que “no meio militar é muito comum acontecer isso, é um choque, não teve problema nenhum”. Em resposta, o ministro da Saúde, que é general da ativa, disse que “é simples: um manda e o outro obedece”, no que o ex-capitão do Exército brincou, “está pintando um clima aqui”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

7 + seis =