Pela primeira vez, o papa Fransciso usou máscara em público nessa terça-feira (20), durante a participação juntamente com outros líderes religiosos de um evento pela paz no mundo.

A cerimônia aconteceu na Basílica de Santa Maria em Aracoeli, Roma. O papa já foi visto de máscara, mas apenas dentro de um carro que o levava a suas audiências semanais no Vaticano.

O patriarca Bartolomeu, líder espiritual dos cristãos ortodoxos estava ao lado do papa, enquanto em outros locais de Roma, judeus rezavam na sinagoga da cidade e líderes budistas, sikhs e muçulmanos também pediam paz.

O evento acontece em meio a uma forte alta dos casos positivos do novo coronavírus na Itália e também a uma contaminação de quatro membros da Guarda Suíça responsável por proteger o papa.

O evento anual teve início com o papa João Paulo II e a comunidade católica romana de Sant’Egido em 1986. O evento teve seu tamanho reduzido neste ano por causa da pandemia.

Assim como os demais líderes religiosos presentes, Francisco só retirou sua máscara quando leu uma mensagem, mas a colocou novamente ao terminar de falar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezessete − 3 =