Na noite desta segunda-feira , na Arena da Amazônia, o Botafogo-PB enfrentou o Manaus pela décima primeira rodada do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. O Belo começou de forma péssima, tomando três gols em menos de meia hora. O time ainda reagiu, mas acabou sendo derrotado por 3 a 2.

Mesmo melhor em campo, o Belo ficou no quase. Com o revés, a equipe segue com 11 pontos na nona posição da chave, dentro da zona de rebaixamento.

No domingo (25), o Botafogo-PB visita o Santa Cruz, em Recife. Já o Manaus chega aos 14 pontos e abre distância para o Z2, subindo para a sexta colocação. O próximo compromisso do Gavião será sábado (24), contra o Jacuipense-BA, novamente na Arena da Amazônia.

O JOGO

Mal rolou a bola e os donos da casa já abriram o placar. Aos 2 minutos, após cobrança de escanteio da direita vinda de Daniel Costa, Hamilton se antecipou a Rodrigo e não precisou nem tirar os pés de chão para cabecear firme e estufar as redes na Arena da Amazônia.

O Belo tentou reagir aos 11 minutos com boa trama na esquerda. Diego Rosa avançou e achou lindo passe para Ramon, que invadiu a área livre, chegou a passar pelo goleiro manauara, mas acabou saindo com bola e tudo, desperdiçando grande chance de deixar tudo igual.

Mas a noite era do jogador que preferiu acertar com o Manaus em vez de ir para a Maravilha do Contorno. Aos 14 minutos, Daniel Costa cobrou falta da meia esquerda com perfeição, no ângulo direito de Felipe, que se esticou todo, mas era impossível evitar o golaço do camisa 88.

Em uma sobra de bola, aos 20 minutos, Higor Leite chutou da entrada da área e assustou mandando a pelota tirando tinta do poste esquerdo da meta de Jonathan.

O jogo estava fácil para o Gavião do Norte. Aos 27, Rodrigo Fumaça puxou contra-ataque após escanteio para o Botafogo-PB, passou para Hamilton, que limpou dois marcadores na entrada da área e bateu colocado, no canto de Felipe, para marcar o terceiro dos donos da casa.

Aos 35, finalmente o Belo esboçou alguma reação. Rodrigo Andrade cruzou da esquerda e Diego Rosa se antecipou a defesa para cabecear e marcar seu primeiro gol com a camisa do time pessoense.

Apesar do revés no marcador, depois do primeiro gol o Botafogo-PB tentava chegar mais ao ataque e, aos 41, Juninho perdeu grande chance ao chutar por cima uma bola que sobrou sozinha para ele na entrada da área.

Só que por muito pouco quem não fez mais um foi o Manaus. Aos 43, após cobrança de falta da direita, Gabriel Davis subiu sozinho e cabeceou a direita, muito perto do poste de Felipe.

Foto: Ascom/Manaus

Foto: Ascom/Manaus

Segundo tempo

Na volta do intervalo, Rogério Zimmermann resolveu jogar o tudo ou nada. Ainda no vestiário, sacou Rodrigo Andrade e Higor Leite para colocar os atacantes David Batista e o estreante Cristian, ficando com quatro jogadores de frente no campo.

A pressão inicial deu certo e de tanto frequentar a área, o Botafogo-PB conseguiu um pênalti aos 7 minutos quando Tsunami derrubou Cristian. Ramon foi para a cobrança aos 8 e mandou do lado direito de Jonathan, que pulou para o outro lado, e diminuiu ainda mais a vantagem do Manaus.

Os donos da casa tentaram voltar a atacar, mas a equipe paraibana se postava ainda mais presente em seu campo ofensivo. E aos 21, Cristian bateu da entrada da área e o goleiro do Gavião mandou pela linha de fundo.

Perto dos 30, o técnico botafoguense promoveu a entrada de Léo Moura, juntamente com Mário, que retornava de lesão, trocando os laterais, tirando Marcos Martins e Christianno.

Ficha técnica

Manaus 3 x 2 Botafogo-PB

Campeonato Brasileiro da Série C 2020
Grupo A – 11ª rodada
Arena da Amazônia

Arbitragem: Léo Simão Holanda; Jailson Albano da Silva e Eleutério Felipe Marques Júnior, todos do Ceará.

Gols: Hamilton (2x), Daniel Costa (M); Diego Rosa, Ramon (B)
Cartões amarelos: Luizinho Lopes (treinador), Daniel Costa, Luís Fernando, Tsunami, Jonathan (M); Christianno, Juninho (B)

Manaus: Jonathan, Edvan, Luís Fernando, Patrick, Tsunami (Rennan); Gilson (Ramon), Gabriel Davis (Janeudo), Daniel Costa; Rodrigo Fumaça (Matheuzinho), Rossini e Hamilton (Paulinho Simionato). Técnico: Luizinho Lopes.

Botafogo-PB: Felipe, Marcos Martins (Léo Moura), Rodrigo, Luís Gustavo, Christianno (Mário); Vitinho, Juninho, Rodrigo Andrade (Cristian), Higor Leite (David Batista); Diego Rosa (Mário Sérgio) e Ramon. Técnico: Rogério Zimmermann.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dois × cinco =