O corpo de Tássio Felipe dos Anjos Lima, de 33 anos, foi sepultado na manhã deste domingo (18), em um cemitério particular, no bairro do José Américo, em João Pessoa. Ele era lutador de jiu-jitsu e estudante de direito. O sepultamento aconteceu por volta das 09h30.

Tássio Lima foi assassinado na cidade de Lucena neste sábado (17), no Litoral Norte paraibano. De acordo com o delegado Canrrobert Rodrigues, a vítima se envolveu em uma discussão de trânsito com um motociclista. Tássio Lima foi atingido por um golpe de faca de faca no peito.

A mãe da vítima ainda socorreu o filho para um hospital, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu antes de dar entrada na unidade.

Além de praticar jiu-jitsu, Tássio Lima também era conhecido no judô e na Luta Olímpica. A Federação Paraibana de jiu-jitsu divulgou uma nota de pesar prestando os sentimentos e apoio aos familiares e amigos da vítma.

A Federação Paraibana de Luta Olímpica e Associadas (FPBLOA) também se pronunciou através do Instagram. De acordo com a nota, o atleta Tássio Lima foi da primeira gestão da FPBLOA, além de ter sido o treinador pioneiro do Wrestling na Paraíba. Em nota, a federação se solidariza com todos os familiares e amigos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

catorze + 3 =