O governador João Azevêdo destacou, na manhã desta quinta-feira (15), durante assinatura dos contratos com os primeiros empreendedores do Polo Turístico Cabo Branco a importância do equipamento não só para o Turismo, mas para o desenvolvimento de João Pessoa e de toda a Paraíba.

Em seu pronunciamento, o governador ressaltou que o impacto na economia do estado será gigantesco, haja vista os empreendedores irão investir cerca de R$ 500 milhões e gerar cerca de 10 mil empregos através dos hotéis e resorts que se instalarão no referido polo.

“Eu tenho certeza que tudo que está acontecendo aqui vai impactar muito na economia do estado, no desenvolvimento do estado porque o turista que chegará aqui, também irá conhecer as belezas de todo o estado e vai transformar a Paraíba em um centro de atrações turísticas” pontuou o gestor estadual.

João destacou ainda que o anúncio feito hoje é a representação clara de como a sua gestão vem transformado a Paraíba, através de investimentos e ações que visam não apenas o presente, mas deixar um legado no estado pensando nas gerações futuras.

“Eu digo de uma forma muito clara: é dessa forma que nós estamos fazendo gestão na Paraíba. A nossa meta estabelecida é que entre março e abril do próximo ano nós tenhamos essas obras todas em execução” declarou.

O Polo Cabo Branco

Até o momento, já há projetos para três hotéis e um parque aquático no Polo Turístico Cabo Branco.

Durante a construção dos equipamentos, serão gerados 1.850 empregos diretos e 2.760 empregos indiretos, totalizando 4.610 postos de trabalho. Já durante a operação dos equipamentos, serão gerados 1.277 empregos diretos e 3.410 empregos indiretos, gerando trabalho para 4.687 pessoas.

A construção do Ocean Palace Jampa Eco Beach Resort deve ser iniciada em seis meses. Além do resort, o Amado Bio & Spa Hotel e o Parque aquático e resort Surf World Park também devem se instalar no local.

O polo deverá trazer um fluxo de 2,5 milhões de hóspedes por ano, o que equivale a um crescimento de 200% no fluxo de turistas em relação a 2019, o que traz uma projeção de R$ 2 bilhões por ano injetados na economia paraibana.

A área do Polo Turístico, o local  também abrigará o Batalhão de Polícia Ambiental, um Batalhão de Apoio ao Turista e a sede administrativa da reserva ambiental.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

19 − 17 =