Empregado no gabinete do senador Chico Rodrigues, Leonardo Rodrigues de Jesus, o Leo Índio, recebeu 436 mil reais do Senado em um ano e meio, relata a Crusoé.

O primo dos filhos do presidente Bolsonaro trabalha como assessor parlamentar desde abril de 2019, em Brasília.

Leo Índio tomou posse pouco mais de um mês depois de Bolsonaro escolher Chico Rodrigues como vice-líder do governo no Senado.

Ele recebe salário bruto de 22.943,73 reais, e conta mensalmente com um auxílio-alimentação de 982,28 reais. Também recebeu gratificações natalinas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

2 × 4 =