O italiano Carlo Acutis foi beatificado pela Igreja Católica, no sábado (10). Ele foi o primeiro “influencer” em questões religiosas a receber esse reconhecimento. A cerimônia solene de beatificação foi realizada na Basílica de São Francisco de Assis e contou com a presença da família do jovem, além de dezenas de fieis.

A beatificação foi anunciada após a Igreja reconhecer o que considera ser um milagre realizado por Acutis a um menino do Brasil.

Carlo Acutis morreu de leucemia aos 15 anos, em Monza, na Itália, em 12 de outubro de 2006. Ele foi declarado “venerável” em 5 de julho de 2018. Quase um ano depois, seus restos mortais foram transferidos para Assis, onde foi beatificado neste sábado.

Segundo a Igreja, o corpo do adolescente ainda está “intacto”, com sua calça jeans e tênis. O Vaticano afirma que os restos mortais foram “recompostos”, mas não detalha o processo.

Foto: Reprodução/Internet

A data de celebração do jovem beato passa a ser 12 de outubro, a mesma data em que se celebra o Dia de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil.

O portal oficial da Santa Sé, o Vaticano News, publicou uma homenagem a Acutis em que afirma que, “de todas as virtudes cardeais (prudência, justiça, fortaleza e temperança) e teologais (fé, esperança e caridade)” de Acutis, “é a fortaleza que mais se sobressai”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

vinte − 19 =