O Banco Central informou nesta terça-feira (6) que os depósitos na caderneta de poupança superaram os saques em R$ 13,228 bilhões no mês de setembro.

Esse resultado levou o chamado estoque – ou seja, o saldo total em contas poupanças – a fechar o mês em R$ 1,001 trilhão, superando pela primeira vez a marca de R$ 1 trilhão.

Desde abril, quando o governo começou a pagar o auxílio emergencial a trabalhadores informais e desempregados, a poupança tem batido recordes de captação. Isso porque parte desses benefícios está sendo paga em contas poupança.

O resultado de setembro foi o melhor para o mês desde o início da série histórica do Banco Central, em 1995. Foi também o sétimo mês seguido em que a poupança registrou mais depósitos do que saques.

Além dos depósitos e dos saques, os rendimentos creditados nas contas dos poupadores também são contabilizados no estoque da poupança. Em setembro deste ano, os rendimentos somaram R$ 1,643 bilhão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

doze − dois =