A Campanha mal começou e casos de abusos durante convenções com direito a candidato preso já foi registrado na Paraíba, a exemplo do caso de Sertãozinho, em que prefeito e candidato à reeleição Antônio de Elói (Cidadania) teriam aglomerado apoiadores durante evento do partido. O risco de situações como essa, diante a pandemia da Covid-19, fez juízes de diversas cidades proibirem eventos, seguindo a recomendação do Ministério Público e do Tribunal Superior Eleitoral que reforça os protocolos sanitários.

Segundo dados obtidos pelo ClickPB, a maioria das proibições estão registradas na região do Sertão: Boa Ventura, Curral Velho, Diamante, Nova Olinda, Piancó e Pedra Branca. Já no último dia 25 foi a vez de Campina Grande está entre as cidades proibidas de realizar evento político com aglomerações.

Nesta quinta-feira (01), às 14h, no 4º andar do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE), no Centro da Capital, o Juiz Eleitoral da 76º Eleitoral, Adhailton Lacet anunciará a proibição ou não de eventos na Capital. Ele se reunirá com partidos, coligações e autoridades de segurança para decidir se haverá carreatas, comícios e eventos de rua durante a pandemia em João Pessoa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

3 × cinco =