A deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) classificou como “infame” a proposta do governo federal de utilizar parte dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) para custear o Renda Cidadã, programa social que irá substituir o Bolsa Família. “O governo, novamente, insiste nesta ideia infame de retirar recursos da educação básica”, disse em entrevista à Jovem Pan. Na avaliação da parlamentar, uma das lideranças da bancada da Educação no Congresso, o Palácio do Planalto não se preocupa com os impactos que um programa social pode causar. “Nos parece que a principal preocupação por trás da criação de um projeto social não é o impacto que ele vai gerar, não são as famílias que poderão ter uma vida digna por causa desse programa, mas, sim, a estratégia que poderá garantir ao governo a sua reeleição sem perder o suporte daqueles que o apoiam”. A deputada afirma, ainda, que a proposta “não tem a menor chance de prosperar no Congresso”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

2 × dois =