A Polícia Militar divulgou uma nota neste sábado (26), em referência a um acidente ocorrido na manhã de hoje na rodovia BR-230, em João Pessoa. Na ocasião, os policiais na viatura estavam em perseguição de suspeitos quando a viatura atingiu a carroça de um idoso. Com a colisão, tanto a carroça quanto a viatura ficaram parcialmente destruídas.

O animal de tração da carroça teve uma das patas fraturadas. Mesmo com o impacto, nem os policiais nem o idoso ficaram feridos.

Na nota, a Polícia Militar informa que deu prioridade a prestar socorro ao idoso atingido e se coloca à disposição para ajudar com remédios e alimentação até que possa retornar às suas atividades.

Confira a nota na íntegra abaixo:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Na manhã deste sábado 27/09/2020 uma viatura da polícia militar, se envolveu em um acidente onde um idoso que estava no acostamento da BR-230 no renascer acabou sendo atingido pela viatura da (Ceatur). A guarnição seguia em perseguição a uma dupla suspeita que estava em uma motocicleta no momento em que ocorreu a colisão. Com o impacto a parte da frente da viatura ficou totalmente destruída. A carroça em que o idoso estava também ficou danificada.

Nenhum dos militares tiveram ferimentos nem o idoso. O animal sofreu uma fratura em uma das patas e recebeu atendimento por parte da prefeitura da cidade de Santa Rita. O motorista da viatura o CABO JOAB, de mediato solicitou a presença de uma unidade de socorros (Samu), que avaliou o idoso se bem como todos os militares.

Após o acidente ter ocorrido um cidadão que passava no local onde tudo aconteceu e fez um vídeo onde o CABO JOAB, muito nervoso, relatava” o Major vai da, o ca**; eu não sei como não morreu, foi a primeira coisa que pensei… pronto matei o vei” houve um mal-intendido por parte de muitas pessoas ao interpretar a forma em que o militar se expressava naquele momento, ele estava bastante nervoso e chocado com todo o ocorrido e grato pelo fato de nenhum de seus colegas de farda não ter morrido e nem o idoso, por conta de dois irresponsáveis que resolveram fugir da polícia, a expressão denota também que a principal preocupação dele e do seu colega sempre foi com o estado de saúde do cidadão.

O Militar informou ainda que prestou toda assistência ao idoso e se colocou a disposição para ajudar ao idoso com remédios e alimentos e no que for preciso, até que o animal tenha melhora e volte a suas atividades. Um número de contato foi passado para o idoso que segue sendo assistido pela guarnição que lamenta o ocorrido!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

4 × três =