Donald Trump, presidente dos Estados Unidos e candidato à reeleição recursou-se a se comprometer em fazer uma transferência pacífica de poder caso seja derrotado nas eleições de 3 de novembro. A declaração foi dada nesta quarta-feira (23).

“Teremos que ver o que acontece em novembro”, disse Trump, durante coletiva na Casa Branca.

Trump ainda voltou a reclamar do voto por correio, que ele considera fonte potencial de fraude, ainda que sem provas. Ele condicionou a transição pacífica ao descarte das cédulas.

O voto pelo correio é permitido na maioria dos estados americanos e por causa da pandemia do novo coronavírus, muitos eleitores têm preferido votar pelos correios. Joe Biden e outros democratas acusam Trump de tentar desestimular o voto pelo correio por acreditar que isso aumentaria suas chances de se reeleger.

Biden reagiu de maneira imediata aos comentários do republicano, que menciona regularmente a ideia de não reconhecer os resultados das eleições. “Em que país vivemos? É uma piada. Quero dizer, em que país estamos? Ele fala as coisas mais irracionais. Eu não sei o que dizer”, declarou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

doze − 7 =