O superintendente da Controladoria Geral da União (CGU) na Paraíba, Severino Queiroz, afirmou na tarde desta terça-feira (15) que até donos de embarcações, veículos de luxos e sócios de empresas receberam o  auxílio emergencial na Paraíba.  Ele disse ainda que no Estado, mais de 2,1 mil pessoas receberam o auxílio de forma indevida.

Severino Queiroz, disse ainda que  a relação com os nomes de  todas as pessoas que receberam o auxilio emergencial de forma irregular já foi enviada para  Policia Federal.

Ele disse ainda que na Paraíba, mais de 2,1 mil pessoas receberam o auxílio de forma indevida e que o  total devolvido até agora gira em torno de R$ 6 milhões o que corresponde a cerca de 10% do valor pago indevidamente.

Ainda durante a entrevista, Severino Queiroz explicou que o trabalho da CGU é de apenas de notificar e  conscientizar as pessoas que receberam o auxílio emergencial de forma irregular a fazerem a devolução do  dinheiro “ e se isso não acontecer a pessoa poderá responder  por crime de falsidade ideológica com multa e prisão, isso na esfera policial, no caso a Polícia Federal”, alertou.

Para o trabalho de identificação das pessoas que receberam o auxilio de forma irregular, o superintendente da CGU, na Paraíba, explicou que vem contando com o apoio do Governo do Estado,  das prefeituras e Câmara de Vereadores.  “ Quem recebeu o auxílio de forma indevida pode procurar os canais de comunicação do Ministério da Cidadania e fazer a devolução, pois ainda dar tempo e assim evitar complicações  futuras com a Justiça”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

sete − 3 =