A Nasa fez mais um alerta sobre um asteroide que deve passar próximo da Terra nesta segunda-feira (14). A agência espacial estadunidense informou que o corpo celeste denominado 2020 QL2 teria cerca de 120 metros de diâmetro e fará sua máxima aproximação da Terra.

A expectativa é que o asteroide, descoberto há um mês, passe a uma grande distância do planeta, o equivalente a dez vezes a distância até a Lua, o que torna impossível de ser visto a olho nu e também dificulta o seu acompanhamento.

No dia 16 de agosto, um corpo celeste de tamanho semelhante ao de um pequeno automóvel, chamado 2020 QG, esteve muito mais próximo, a apenas 2.950 quilômetros do planeta, uma distância curta em termos proporcionais.

De acordo com a Nasa, o asteroide anterior esteve mais próximo do globo sem atingi-lo, mas apesar da pouca distância, ele não teria atingido a superfície da Terra, porque teria se dissipado na atmosfera e apenas resíduos cairiam no planeta.

Apesar de chamar atenção, a Nasa observa que a chance de um objeto atingir a crosta terrestre é de menos de 1% em um ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

19 − 12 =