A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia Especializada de Crimes contra a ordem tributária (DCCOT); a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) e o Ministério Público da Paraíba realizam, na tarde desta segunda-feira (14), uma força-tarefa, para dar cumprimento a mandado de prisão expedido pela 6ª Vara Criminal da Capital. O alvo é uma mulher acusada de integrar uma organização criminosa que praticava lavagem de dinheiro e crimes contra a ordem tributária.

A promotora de Justiça, Renata Luz, que atua no combate a crimes contra a ordem tributária, adiantou que a investigação faz parte da Operação Noteiras, deflagrada no último mês de março, com várias prisões. A força-tarefa desarticula um esquema de fraude fiscal estruturada que causou prejuízo de mais de R$ 30 milhões aos cofres públicos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

3 × três =