A Polícia Federal prendeu em flagrante, nesta terça-feira (8), no município de Patos, servidor da Justiça Estadual na Paraíba, designado para atuar a serviço da Justiça Eleitoral. Ele é investigado por cobrar quantias em dinheiro para fornecer a terceiros listas de eleitores da cidade de Passagem.

O crime de corrupção passiva, do art. 317 do Código Penal, será apurado em inquérito conduzido pela Delegacia de Polícia Federal em Patos, sob sigilo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

5 × 2 =