Uma paciente do Complexo Hospitalar de Mangabeira Tarcísio de Miranda Burity, conhecido como “Trauminha”, denunciou que o hospital estaria alegando falta de material para justificar o adiamento de cirurgias. “Tem muitos pacientes que faz 20 ou 15 dias (que estão internados) e que não estão conseguindo fazer a cirurgia. Eles dizem que não tem material. Só faz lotar o hospital com muita gente, fica prometendo um dia ou outro, mas cadê? Não sai a cirurgia”, declarou a paciente que não quis se identificar.

As reclamações vão além. “Está meio abandonado. Está até sem lençol e não tem aquela higiene adequada”, relatou. Na última segunda-feira (24), uma fiscalização do  Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) encontrou uma série de irregularidades no Trauminha. Segundo o CRM, foram identificados problemas como falta higiene, lençóis e itens básicos, banheiros com defeitos, além da presença de baratas e falta de escala na unidade hospitalar. A direção do Trauminha disse que só vai se pronunciar sobre o assunto após receber o relatório do CRM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

5 × 3 =