O Instituto de Polícia Científica (IPC) da Paraíba, passa, a partir desta sexta-feira, 20, a contar com uma nova estrutura em suas instalações, no bairro do Cristo, em João Pessoa. A entrega do prédio reformado faz parte das atividades em comemoração aos 39 anos de carreira da Polícia Civil da Paraíba.

Foram reformados, com recursos do Governo do Estado, os blocos de medicina legal e dos laboratórios forenses de toxicologia, biologia, química e genética forense. Nessa etapa, que foi a primeira parte da obra, o Governo investiu R$ 1.294.223,58.

Segundo o diretor do IPC, Marcelo Burity, a segunda etapa contemplou o bloco administrativo, alojamentos, nova estrutura de identificação veicular, CPD e bloco da criminalística, neste último temos os laboratórios de áudio e imagem, papiloscopia, computação forense, documentoscopia, contabilidade forense e balística. Nessa etapa foram investidos R$ 863.914,47.

“É importante salientar que, com a reforma, o IPC da Paraíba passa a ter o laboratório de balística com uma das maiores e mais modernas instalações do país. É um laboratório que conta com mais de 160 m2 de área, contemplando todos os requisitos de conforto laboral e segurança”, destacou.

O delegado geral, Isaías Gualberto, lembrou que a reforma das instalações do IPC faz parte de um processo de modernização e autonomia da Polícia Civil que vem acontecendo desde o ano passado. “Estamos passando por uma grande transformação na Polícia Civil da Paraíba. Conquistamos autonomia e passamos a gerir nossos próprios projetos. Com isso, uma série de mudanças está acontecendo na área administrativa da nossa Instituição”, ressaltou.

Ainda sobre as instalações do IPC houve também a construção da nova Central de Custódia de Vestígios. “É a primeira do Norte Nordeste em conformidade com a nova legislação trazida pelo pacote anti-crime, que regulamentou a preservação da cadeia de custodia de vestígios.
Foram adquiridos para a sede R$ 862.779,70 em mobiliário, onde são contemplados todos os requisitos de conforto e ergonomia”, completou o diretor Marcelo Burity.

Outra área que recebeu investimentos foi a pericial, onde foram adquiridos novos insumos e equipamentos para o trabalho em campo e em laboratório. “Nessa área foram investidos R$ 404.719,70 em insumos e serviços e R$ 506.971,00 em equipamentos, isso apenas em 2020. Além disso, está sendo executado pela Polícia Civil R$ 2.421.763,96 em insumos e serviços, e por fim R$ 367.515,84 em equipamentos”, concluiu.

Polícia Civil da Paraíba
Assessoria de Comunicação
20.08.2020

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quinze − três =