A Polícia Federal na Paraíba (PF) deflagrou na manhã desta quinta-feira (13) uma Operação “Quimera” para desarticular um grupo criminoso especializado na realização de fraudes bancárias mediante uso de documentos falsos. O prejuízo chega a R$ 4 milhões.

Segundo a PF, os integrantes, com uso de documentação falsa, conseguiam obter empréstimos consignados, de financiamentos bancários, de restituição antecipada de imposto de renda e abertura de contas bancárias de passagem.

Durante a investigação policial, ficou demonstrado que integrantes do grupo criminoso acessam bancos de dados de instituições financeiras e de órgãos públicos para obter dados e forjar documentos que são utilizados para realização de fraudes bancárias.

Agentes federais estão cumprindo 11 (onze) mandados de busca e apreensão nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Sousa, Recife/PE e Natal/RN.

A operação conta com a participação de 48 Policiais Federais e a estimativa é de que o grupo criminoso tenha causado um prejuízo de R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

20 − 1 =