O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta quarta-feira (12) que está com Covid-19. Ele é o 11º governador a testar positivo para a doença no país. Doria, que tem 62 anos de idade, e, portanto, faz parte do grupo de risco para a doença, disse que não tem sintomas e se sente bem. A primeira-dama, Bia Doria, e o secretário municipal da Educação, Bruno Caetano, também foram diagnosticados com coronavírus.

Nesta terça-feira (11), o estado de São Paulo registrou o segundo maior número de mortes por coronavírus desde o inicio da pandemia. Com 298 novas mortes por coronavírus em 24 horas nesta quarta, o total de mortos no estado chegou a 25.869.

Em sua conta no Twitter, Doria compartilhou o resultado do exame, que aponta “DETECTADO” pelo método “PCR em tempo real”.

Exame de Covid-19 do governador João Doria com resultado positivo — Foto: Reprodução/Twitter

Exame de Covid-19 do governador João Doria com resultado positivo — Foto: Reprodução/Twitter

“Hoje, quarta-feira, acabei de receber o meu sexto teste da Covid-19 e este, infelizmente, foi positivo. Eu estou com coronavírus. Absolutamente, assintomático, me sinto bem, vou para a minha casa, vou seguir o protocolo médico, com a orientação do doutor David Uip, infectologista e integrante do comitê de saúde do estado de São Paulo”, disse Doria.

O governador completou dizendo que manterá a relação com todos os setores do governo “pelo Zoom, pelo celular, por videoconferência”, e que seguirá o protocolo da saúde pelos próximos dez dias.

“Aproveito para pedir a você que está na sua casa, se proteja, siga também os protocolos da saúde. Tudo isso vai passar, a vacina vai chegar, e o Brasil terá um novo momento livre do coronavírus. Até lá, temos que fazer este enfrentamento, seguir o protocolo e obedecer a saúde”, completou.

Governador de SP, João Doria, testa positivo para Covid-19

Governador de SP, João Doria, testa positivo para Covid-19

Como Doria ficará ausente dos eventos presenciais, o vice-governador do estado, Rodrigo Garcia, abriu a entrevista coletiva do governo desta quarta (12). Ele reforçou que Doria está com o coronavírus e assintomático.

Ainda na coletiva, foi informado que a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, também está em quarentena até sair o resultado do seu teste para a Covid-19.

Patricia Ellen — Foto: Reprodução/TV Globo

Patricia Ellen — Foto: Reprodução/TV Globo

25 mil mortes no estado

O estado de São Paulo ultrapassou no sábado (8) a marca de 25 mil mortes por coronavírus. É como se a cidade de Monte Aprazível, localizada na região de São José do Rio Preto, tivesse toda a sua população dizimada. O número paulista equivalia naquele dia a um quarto do total de mortes no Brasil, que alcançava a marca de 100 mil também no sábado.

Foram necessários 100 dias até que a curva epidemiológica de mortes parasse de acelerar no estado, mas o crescimento se estabilizou no patamar mais alto, o chamado platô, sem que houvesse uma queda significativa na sequência.

A média diária de mortes no estado está acima de 200 há mais de 70 dias, e chegou a ficar acima de 250 por várias vezes durante esse período. É como se uma aeronave de grande porte caísse diariamente no estado, matando todas as vítimas a bordo. A estabilidade de mortes em um patamar tão elevado preocupa os especialistas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

três × 3 =