A cantora Marília Mendonça usou o seu perfil no Twitter, nesta segunda-feira (10), para pedir desculpas após ser acusada de transfobia durante uma live.

“Pessoal, aceito que fui errada e que preciso melhorar. Mil perdões. De todo o coração. Aprenderei com meus erros. Não me justificarei.”, escreveu .

A acusação ocorreu após a famosa narrar um caso de um de seus músicos em uma boate LGBT de Goiânia.

“Quem lembra da boate Diesel, lembra da boate Diesel. Disse… que lá foi o lugar que ele beijou a mulher mais bonita da vida dele. É só isso. O contexto vocês não vão saber”, disse Marília Medonça enquanto seus músicos reagiam com risadas.

Só que após a live, internautas foram às redes sociais reclamar da atitude da cantora sertaneja e a acusaram de transfobia.

Bruna Andrade fez um longo vídeo criticando a cantora e alertando para a naturalização da transfobia na sociedade.

No Twitter, o nome da cantora apareceu entre os tópicos mais comentados após internautas reforçarem as críticas.

 

Ver essa foto no Instagram

 

No vídeo eu mostro um exemplo claro de como a transfobia é naturalizada na nossa sociedade.

Uma publicação compartilhada por Bruna Andrade (@bru__andrade) em

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

3 × quatro =