O Papa Francisco pediu nesta quarta-feira (5) à comunidade internacional que ajude o Líbano a superar a grave crise após a gigantesca explosão de terça (4) no porto de Beirute, que causou centenas de mortes e milhares de feridos.

 

Durante a audiência geral, realizada na biblioteca do palácio pontifício e não na praça de São Pedro devido à pandemia do Covid-19, Francisco lembrou que a explosão também destruiu parte da cidade.

“Vamos rezar pelas vítimas e suas famílias, e rezar pelo Líbano para que, com o comprometimento de todos os seus componentes políticos, sociais e religiosos, possa enfrentar esse momento trágico e doloroso”, disse Francisco, que pediu à comunidade internacional ajudar ao país.

Equipes de resgate e agentes de segurança trabalham no local de uma explosão que atingiu o porto de Beirute, Líbano — Foto: Hussein Malla / AP Photo

Equipes de resgate e agentes de segurança trabalham no local de uma explosão que atingiu o porto de Beirute, Líbano — Foto: Hussein Malla / AP Photo

Segundo os últimos dados da Cruz Vermelha Libanesa, o número de mortos pela explosão no porto de Beirute subiu para mais de 100 e o número de feridos para mais de 4.000.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

14 − 4 =