O retorno das aulas presenciais na Paraíba ainda não tem data definida, mas a Secretaria de Estado da Educação, Ciência e Tecnologia debate com associação e sindicatos de professores e dos donos de escolas particulares um protocolo de prevenção à covid-19 que deverá ser aplicado nas unidades de ensino. De acordo com o secretário de Educação, Cláudio Furtado, “uma possível data será definida a partir do momento em que as autoridades de saúde do Estado vejam condições para a volta das redes de ensino”.

Ainda de acordo com Cláudio Furtado, no retorno das aulas presenciais já discute em um ensino híbrido, ou seja, parte presencial e parte virtual. “Os protocolos de retomada estão sendo discutidos com entidades representativas de professores, Conselho Estadual de Educação, Sindicato das Escolas Particulares, Ministério Público, Tribunal de Contas e com a Secretaria de Saúde, para que a gente possa ter um documento que dê garantias de biossegurança, que dê uma garantia no lado pedagógico. Quando voltar vai ter a permanência de ensino híbrido e também as questões socioemocionais, além de toda a preparação da infraestrutura das unidades de ensino para a volta”, frisou.

O secretário de Estado da Educação, Ciência e Tecnologia informou que a secretaria tem conversado em conjunto, de forma democrática. “O protocolo de retomada está sendo tomado com todas as partes envolvidas para todo o sistema de educação do Estado da Paraíba está sendo garantida a biossegurança de todos da comunidade escolar. Isso aí já foi discutido justamente com o Sintep. Foi apresentado no Conselho Estadual de Educação, a proposta. E o Sintep elogiou a proposta que está sendo discutida pela secretaria junto a esses órgãos”, comentou ao ser questionado sobre decisão dos professores da rede estadual que decidiram, em assembleia na última quarta-feira (29), não voltar às salas de aulas sem medidas de segurança contra a covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

1 × 1 =