A primeira dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, homenageou neste domingo (26) o músico paraibano Pinto do Acordeon, que faleceu na última terça-feira (21), aos 72 anos de idade, vítima de câncer. A esposa do presidente da República publicou a homenagem em seu perfil no Instagram e destacou que o artista ‘deixa saudades’.

“Não sabia da sua partida…. Pinto do Acordeon iria cantar na posse do Jair [Bolsonaro], mas foi cancelado por questão de segurança. Eu tinha um sonho conhecê-lo pessoalmente, não deu tempo, aprouve o Senhor recolher seu filho”, lembrou a primeira dama.

Na campanha de 2018, Pinto do Acordeon gravou um jingle para a campanha do então candidato Jair Bolsonaro, fato que contribuiu para o crescimento da candidatura na região Nordeste. Depois, o paraibano foi convidado para cantar na posse presidencial, o que acabou não se concretizando. “Pinto, o senhor marcou nossas vidas com suas canções e deixou sua marca na história da política brasileira com o seu jingle. OBRIGADA ! Que Deus console os corações dos seus familiares, amigos , Paraibanos e do Brasil . Até …”, escreveu a primeira dama.

Conhecido em todo o país como Pinto do Acordeon, Francisco Ferreira Lima nasceu no município de Conceição, no Sertão paraibano. Ele se tornou popular a partir de apresentações com Luiz Gonzaga. Durante a carreira, ele gravou cerca de 20 álbuns. Um dos seus principais sucessos é a música “Neném Mulher”, que se tornou marca de sua trajetória.

Veja a homenagem publicada por Michelle Bolsonaro:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

cinco × três =