A PBGás vai reduzir a tarifa média do gás natural em 15,7%, a partir de 1° de agosto, garantindo a competitividade do produto para todos os segmentos de mercado. A proposta foi aprovada pela Agência de Regulação do Estado da Paraíba (ARPB) e publicada na edição desta quinta-feira (23) no Diário Oficial do Estado.

Esta é a terceira redução nas tarifas concedida pela PBGás este ano com objetivo de incentivar os usuários do gás natural neste período de pandemia e garantir a competitividade do mercado. A Companhia decidiu pelo repasse integral concedido pela supridora diante da queda do custo do gás para as tarifas de todos os segmentos sendo 16,9% para o GNV, 19,8% para o GNC, 16,9% para o industrial, 9,4% para o comercial, 6,8% para o residencial, 20,8% para EBVA e 21,7% para geração distribuída.

A diretora-presidente da PBGás, Taciana Amaral, destacou que essa nova redução vem em um momento de crise econômica causada pela pandemia da Covid-19, e que, mesmo com o cenário de redução de volumes de gás, a Companhia optou por amenizar o impacto para seus usuários e incentivar os usuários do gás natural no estado, buscando preservar o mercado em todos os segmentos.

Para se ter uma ideia do impacto da redução de 16,9%, o preço do GNV (sem impostos) comercializado para os postos que hoje está em R$ 1,70, em agosto cairá para R$ 1,41. Os empresários dos segmentos do comércio e da indústria, que vêm sofrendo bastante os impactos da crise, terão um alívio na conta do gás a partir de agosto.

O diretor técnico comercial da PBGás, Paulo Campos, destacou que a companhia vem desenvolvendo ações no sentido de minimizar os efeitos da pandemia, como reduções consecutivas da tarifa do gás para as indústrias e para o comércio, além de incentivos como plano de negociação de dívidas e ações de apoio ao uso do delivery. “Entendemos esse momento delicado por que passam esses setores estratégicos para a nossa economia e não medimos esforços para ajudarmos os nossos clientes a retomarem suas atividades de forma gradual e na medida do possível. Esperamos que esta nova redução sirva de estímulo à retomada das atividades dos nossos clientes e reafirmamos nosso compromisso com o desenvolvimento do Estado da Paraíba”, ressaltou.

GNV – De acordo com o gerente de mercado da PBGás, Alairson Gonçalves, a expectativa é que os postos repassem toda redução recebida aos usuários de GNV reduzindo pelo menos R$ 0,29 nas bombas apoiando a retomada da atividade econômica, seguindo numa tendência de queda desde o mês de maio deste ano, quando a PBGás reduziu em 7,8% a tarifa do combustível. “Como a gasolina segue em alta, a competitividade do GNV deverá superar os 35% de economia no comparativo com a gasolina, algo muito relevante para os profissionais que usam o carro para o trabalho e vivenciam um momento delicado”, observou.

Tabela 1: Alteração de tarifas por segmento a partir de agosto/2020

Segmentos Tarifa Líquida Média

Industrial -16,9%

Gás Natural Veicular -16,9%

Gás Natural Comprimido -19,8%

Comercial -9,4%

Residencial -6,8%

Geração Distribuída -21,7%

EBVA -20,8%

Média -15,7%

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

4 + um =