A Justiça da Paraíba determinou que o presidente interino da Câmara Municipal de Bayeux, Inaldo Andrade, realize eleições indiretas para os cargos de prefeito e vice-prefeito no prazo de até 30 dias. A decisão foi concedida nesta segunda-feira (20) pelo juiz Francisco Antunes, da 4ª Vara Mista de Bayeux do Tribunal do estado.

A medida foi tomada por causa da renúncia do ex-prefeito de Bayeux, Berg Lima, que aconteceu no último dia 14 de julho. “A gente fez uma reflexão e para a paz política no município de Bayeux, depois de tantos momentos de perseguição no âmbito político e pessoal, eu tomei essa decisão”, declarou o ex-gestor.

Ao Jornal da Paraíba, Inaldo Andrade disse que o processo já foi aberto, com solicitações encaminhadas ao cartório eleitoral de Bayeux e ao Ministério Público. De acordo com o parlamentar, o processo eleitoral precisa acontecer até o dia 14 de agosto, data em que o pedido de renúncia de Berg completa 30 dias.

Caso o vereador não cumpra a determinação, uma apuração sobre a suspeita de crime de desobediência pode ser aberta.

Berg Lima renuncia ao cargo de prefeito de Bayeux

O prefeito afastado de Bayeux, Berg Lima (PR), renunciou ao cargo na manhã do último dia 14 de julho. O anúncio foi feito por meio de uma carta entregue na Câmara dos Vereadores da cidade localizada na Grande João Pessoa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezenove − dezesseis =