Luiz Henrique Mandetta enxovalhou o general Eduardo Pazuello, ministro interino da Saúde.

Ele disse para O Globo:

“Ele não tem nenhuma formação na área. Zero. Quem pode acreditar num cara que estava querendo maquiar os números de mortos na pandemia?”

Ele disse também:

“O que mais assusta é a quantidade de militares que botaram lá. Foram retirando técnicos de carreira para nomear coronel, capitão e sargento. Tudo com a desculpa de que o ministério tinha muito comunista, muito disco voador (…).

Não é a praia deles. É como colocar médicos para comandar uma guerra. Ou como tirar os jogadores da seleção e escalar 11 coronéis numa Copa do Mundo. O Brasil não vai tomar outro 7 a 1, vai tomar de 20.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

4 × 3 =