Após revelação do jornal O Globo, neste sábado (11), de que o presidente Jair Bolsonaro, estaria tentando uma reaproximação com o PSL, após o fracasso do Aliança pelo Brasil, membros da sigla reagiram negativamente, a exemplo da deputada federal Joice Hasselmann e o senador Major Olímpio.

Os parlamentares do partido rompidos com o presidente reagiram e disseram que a legenda “não está à venda”. De acordo com O Globo, no grupo do partido no Whatsapp, o Major Olímpio ameaçou deixar a legenda.

O presidente da Sigla procurou a publicação para rebater, minimizando as ameaças de Olímpio.

Joice Hasselmann também se manifestou nas redes sociais.

O presidente estadual do partido em São Paulo, deputado Junior Bozella (PSL-SP), escreveu uma nota para argumentar que o “PSL não está a venda”.

Clique aqui para conferir a matéria na íntegra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

catorze + vinte =