A Paraíba (com 1.196 óbitos) figura entre os estados brasileiras que já ultrapassaram as mil mortes por Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. A metade das unidades federativas já atingiu essa marca. São Paulo está no topo com mais de 17 mil óbitos por causa da doença. Na região Nordeste aparece o Ceará com mais de seis mil vítimas do vírus.

Além da Paraíba, também integram a lista São Paulo (17.118), Rio de Janeiro (11.115), Ceará (6.741), Pernambuco (5.409), Pará (5.196), Amazonas (2.985), Maranhão (2.357), Bahia (2.328), Espírito Santo (1.930), Minas Gerais (1.445), Rio Grande do Norte (1.345) e Alagoas (1.230). O levantamento foi feito pelo Correio Brazilense, com base em números apresentados, diariamente, pelas secretarias estaduais de saúde.

No Brasil, não há mais nenhum estado com menos de cem mortes. Somente seis estados têm menos de 500 óbitos: Amapá (467), Santa Catarina (447), Acre (411), Roraima (393), Tocantins (240) e Mato Grosso do Sul (136).

UTIs

Apesar da suposta estabilização de mortes por covid-19 no Brasil, com médias acima de mil óbitos diários, o país é a nação que mais mata pela doença há sete dias. Ontem, não foi diferente. Com acréscimo de 1.220, o total de vidas perdidas chega a 69.184.

Pelas previsões, o Brasil deve ultrapassar, hoje, a marca de 70 mil brasileiros mortos pela pandemia. Além disso, pelo terceiro dia consecutivo, o país registrou mais de 40 mil casos e totaliza 1.755.779 infectados. O número reflete diretamente na ocupação dos leitos de unidades de terapia intensiva (UTIs) pelo país, muitos, à beira de um colapso.

Pelo menos cinco capitais estavam com lotação acima de 90% na segunda-feira e, ao longo da semana, tiveram a situação agravada: Região Metropolitana de Natal, Curitiba, Cuiabá, Belo Horizonte e Minas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

19 − quatro =