O ex-superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro, Ricardo Saadi, foi designado pelo governo para exercer o cargo de oficial de ligação junto à Europol (polícia europeia) em Haia, na Holanda.

A nomeação foi publicada no “Diário Oficial da União” desta quinta-feira (9), assinada pelo diretor-geral da PF, Rolando Alexandre de Souza.

Saadi foi superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro entre fevereiro de 2018 e agosto de 2019. Atualmente, exerce o cargo de chefe do serviço de repressão a crimes financeiros.

Em agosto de 2019, a superintendência do Rio de Janeiro esteve no centro da primeira crise pública relacionada à Polícia Federal entre o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e o presidente Jair Bolsonaro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

treze − dez =