A Polícia Federal na Paraíba, através da Delegacia de Repressão a Crimes Previdenciários (Deleprev), deflagrou na manhã desta terça-feira (7) a Operação Apate, com o objetivo de investigar crime de falsidade ideológica para obter o Benefício de Prestação Continuada (BPC/LOAS). A PF cumpre um mandado de busca e apreensão em João Pessoa.

A investigação apura a ocorrência de delitos cometidos com falsificação de documentos particulares e inserção de dados falsos em sistemas governamentais para a obtenção de benefício assistencial (BPC/LOAS), condutas, em tese, tipificadas como estelionato qualificado e inserção de dados falsos em sistemas de informações, sem prejuízo de outros delitos evidenciados com o decorrer do inquérito.

A Polícia Federal na Paraíba, através da Delegacia de Repressão a Crimes Previdenciários (Deleprev), deflagrou na manhã desta terça-feira (7) a Operação Apate, com o objetivo de investigar crime de falsidade ideológica para obter o Benefício de Prestação Continuada (BPC/LOAS). A PF cumpre um mandado de busca e apreensão em João Pessoa.

A investigação apura a ocorrência de delitos cometidos com falsificação de documentos particulares e inserção de dados falsos em sistemas governamentais para a obtenção de benefício assistencial (BPC/LOAS), condutas, em tese, tipificadas como estelionato qualificado e inserção de dados falsos em sistemas de informações, sem prejuízo de outros delitos evidenciados com o decorrer do inquérito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

um × quatro =