Desde a suspensão de algumas atividades na Paraíba por conta dos decretos de isolamento social em decorrência do novo coronavírus, a situação econômica de setores declinou. Em João Pessoa, 1,5 mil pessoas, que trabalhavam nos setores de hospedagem e de alimentação, foram demitidas. Muitos hotéis faturam com o fluxo de turistas que visitam a Capital, em especial na alta estação.

Embora não tivesse nenhum decreto de fechamento dos hotéis, a ausência de clientes acabou empurrando o setor a fechar as portas. Os turistas decidiram cancelar ou remarcar suas viagens para os meses a frente ou quando houve pouco risco de contaminação pelo coronavírus.

“Hoje, 80% dos hotéis de João Pessoa estão fechados ou com ocupação zero”, informou o presidente do Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação de João Pessoa (SEHA-JP), Graco Parente, em entrevista ao ClickPB, destacando que houve uma queda de 80% no faturamento devido a pandemia da covid-19.

Por conta disso, o setor de hospedagem e alimentação da Capital deve ser reduzido pela metade. Paralisado desde março, o presidente ainda comentou que acompanha de perto a situação do setor. “Cerca de 20% das empresas do segmento em João Pessoa já encerraram suas atividades e pelos nossos estudos mais 30%, principalmente bares e restaurantes, não conseguirão sobreviver no cenário atual quando reabrirem as portas. É uma realidade muito triste”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quinze + três =